Como melhorar a velocidade do site WordPress

velocidade do site

Você gostaria de melhorar a velocidade do site em WordPress?

Carregamento rápido de páginas melhora a experiência do usuário, aumenta os pageviews e ainda ajuda com o SEO do seu WordPress. Nesse artigo, iremos demontrar as principais otimizações e dicas para melhorar a velocidade e performance do site em WordPress.

Este artigo é um pouco diferente porque não iremos apenas apresentar “os melhores plugins de cache para WordPress” ou uma lista genérica de “10 dicas de como melhorar a velocidade do WordPress” , este artigo é um guia completo para otimização e performance do WordPress.

Vamos tentar explicar o quanto a velocidade é importante, quanto devagar é o seu site em WordPress, e ações com passo a passo para melhorar a velocidade do seu site WordPress imediatamente.

Porque velocidade do site em WordPress é importante?

Estudos mostram que do ano 2000 até 2016, a média da atenção humana caiu de 12 segundos para 7 segundos.

O que isso significa para o proprietário de um site?

Você tem pouco tempo para mostrar para o usuário que seu conteúdo é relevante para ficar no seu site. Quando o site é lento, muitos usuários deixam a página, antes mesmo de finalizar o carregamento.

De acordo com o estudo de caso do StrangeLoop na qual gigantes como Amazon, Google dentre outros diz que o atraso de 1 segundo no carregamento de uma página significa 7% de perda de conversão, 11% menos de pageviews e uma diminuição de 16% na satisfação do usuário.

O Google e outras ferramentas de buscas tem penalizado sites lentos, deixando os para baixo nos resultados de buscas, como resultado, isso significa menos acessos para sites lentos.

Portanto, se você deseja mais tráfego, assinantes, clientes e receita do seu site, certamente você precisa deixar o seu WordPress mais rápido!

Como testar a velocidade do site WordPress?

Muitos acreditam que o site não está lento, devido ao fato de que isso não acontece no seu computador. E isso é um grande erro!

Devido ao fato de você acessar o seu site constantemente, navegadores modernos como o Google Chrome armazenam seu site no cache do seu computador e automaticamente é carregado assim que você inicia a digitação do endereço. Consequentemente, isso faz com que o seu site carregue quase que instantaneamente.

Entretanto, um usuário normal que está acessando seu site pela primeira vez, talvez não tenha a mesma experiência. Da mesma forma, que usuários geograficamente diferente, certamente terão uma outra experiência.

Por conta disso, é recomendado você testar a velocidade do site em ferramentas como o IsItWP’s WordPress speed test. É um serviço gratuito que permiti testar a velocidade do site.

Após o teste de velocidade, talvez tenha a seguinte dúvida: Qual é a velocidade ideal?

Uma boa página tem que ter um carregamento inferior a 2 segundos. Entretanto, quanto mais rápido você conseguir fazer, melhor será o resultado. Poucos milissegundos de ajustes poderá remover segundos preciosos do carregamento do seu site.

O Que faz um site em WordPress ficar lento?

No relatório do teste da velocidade do site, tem várias recomendações de melhorias. Entretanto, muitos são termos técnicos que é muito difícil para um iniciante entender.

Aprender sobre o que deixa seu site lento é a chave para melhorar a velocidade do WordPress e com isso tomar decisões inteligentes sobre o assunto. As principais causas para um site lento no WordPress são:

  • Provedor de Hospedagem: Se o servidor da hospedagem de site não estiver configurado corretamente isso pode afetar o seu site.
  • Configuração WordPress: Se o seu WordPress não estiver servindo página em cache, provavelmente isso fará com que o seu servidor fique lento deixando o servidor lento até mesmo travando o seu site.
  • Tamanho da Página: Imagens dentro da página deve estar otimizadas.
  • Plugins Ruins: Se estiver utilizando um plugin com código ruim, isso provavelmente irá deixar seu site lento.
  • Scripts Externos Scripts como Ads (anúncios), carregamento de fonts, etc poderão influenciar negativamente no velocidade do seu site WordPress.

Agora que você tem conhecimento sobre o que pode deixar o seu site WordPress lento, vamos dar uma olhada em como podemos melhorar a velocidade do site WordPress.

A importância de um bom plano de hospedagem de site

O serviço de hospedagem de site é um importante aliado para a performance do site. Verifique se o seu provedor possui otimizações para sites em WordPress.

Entretanto, hospedagem de site compartilhada significa que os recursos do servidor estarão divididos entre diversos outros clientes. Isso significa que se o seu “vizinho” tiver muito tráfego e o servidor da provedora não estiver devidamente configurado, provavelmente seu site irá ficar lento.

Por outro lado, se utilizar planos específicos para hospedagem de site em WordPress, você poderá aproveitar recursos de otimizações e configurações para rodar o seu WordPress. Planos específicos para WordPress podem oferecer backups e atualizações automáticas e configurações de segurança para proteger o seu site.

Acelerando o site em WordPress facilmente (sem programação)

Sabemos que alterações de configuração no site podem ser um processo aterrorizante para iniciantes, especialmente se não for um especialista no assunto. Mas não se preocupe, você não esta sozinho. Já colaboramos com diversos sites para melhorar a velocidade do sites em WordPress. Iremos mostrar como você pode melhorar a velocidade do seu WordPress com apenas alguns cliques, sem a necessidade de alterar códigos do sistema.

Instale um plugin de Cache para o WordPress

As páginas do WordPress são dinâmicas, isso significa que toda vez que alguém visitar o seu site elas serão construídas na hora para o usuário. Para construir a página, o WordPress precisa carregar diversos processos para encontrar a informação solicitada, colocar tudo junto e depois mostrar isso para o usuário.

Esse processo envolve vários passos, e isso pode deixar seu site lento se você tiver várias pessoas visitando ele simultaneamente. Por isso recomendamos recomendado a utilização de um plugin de cache. O cache pode deixar o seu site até 5x mais rápido.

Como isso funciona?

Ao invés de passar por todo o processo de criação de página a cada visita, o plugin de cache irá fazer uma “cópia” da página assim que ela carregar pela primeira vez, e com isso irá mostrar essa página armazenada toda vez que um usuário acessar.

O gráfico acima exemplifica o processo, quando um usuário visita um site em WordPress, o servidor irá buscar as informações do banco de dados MySQL (MariaDB) e de arquivos PHP. Irá processar todos os dados e agrupar dentro do conteúdo HTML para o usuário.

É um processo longo que demanda muita memória e CPU do servidor, mas o plugin de cache pode reduzir todo esse procedimento.

Existem bons plugins de cache para o WordPress, alguns são gratuitos e outros pagos. Recomendamos os: Autoptimize, WP Performance Score Booster e o LiteSpeed Cache.

Em nossos testes o LiteSpeed juntamente com servidor Open Lite Speed Web Server faz com que o site em WordPress tivesse a melhor velocidade.

Otimize as imagens para melhorar a velocidade do site

Imagens faz que o conteúdo tenha mais vida e ajuda no engajamento. Pesquisadores dizem que conteúdos coloridos visualmente faz com que 80% dos usuários leiam o conteúdo.

Por outro lado, se as imagens não estiverem otimizadas, isso pode mais prejudicar do que ajudar. Certamente imagens sem otimizações é o problema mais comum entre os iniciantes. Antes de fazer um upload da foto do seu telefone ou câmera, recomendamos utilizar um aplicativo para edição da imagem para Web, como o Adobe Photoshop, Gimp ou um editor online.

Na grande maioria, o formato dessas imagens e fotos são arquivos muito grande, utilizando um aplicativo de edição de imagens você pode otimizá-las em até 5x. Os formatos recomendados são .jpeg, .png ou .webp.

Mas qual a diferença desses formatos?

O .png é um formato sem compressão e com possibilidade de transparência e animação. Ao comprimir uma imagem você perde algumas informações sobre ela. Imagens sem compreensão possuem mais qualidade e recursos. Como resultado, maior o tamanho do arquivo, portanto mais tempo de carregamento.

O .jpeg é um formato com compressão sem transparência e animação e com redução no tamanho do arquivo.

O .webp é um formato criado pela Google e que nos últimos anos vem aumentando sua adoção devido a sua alta compressão e qualidade, porém é uma tecnologia “nova” e não é aceita por todos os navegadores ainda. Mas deve ser o formato padrão da web dentro de alguns anos.

Como escolher o melhor formato?
  • Se sua foto não tiver transparência ou animação, use .jpg
  • Se sua foto tiver transparência e/ou animação, use .png
  • .webp deve ser utilizado junto com um recurso para ser substituída caso o navegador não dê suporte.

Abaixo segue um quadro com uma tabela de comparação dos arquivos com diferentes formatos.

Melhores práticas para otimização do WordPress

Após instalar o plugin de cache e otimizar as imagens, você irá perceber que o site irá carregar mais rápido. Mas se você deseja melhorar ainda mais é importante seguir as práticas listadas abaixo. As dicas não são técnicas, portanto você não precisa conhecer de códigos para implementar ela. Certamente, com essas dicas, você evitará problemas comuns relacionados à lentidão do site WordPress.

Mantenha o WordPress, temas e plugins atualizados

Umas das principais responsabilidade de um proprietário de site é manter os recursos do seu site atualizado como temas, plugins e o próprio WordPress. Não fazendo esse procedimento é certo que deixará seu site lento e com falhas de segurança.

Otimize processos de segundo plano

O WordPress possui tarefas agendadas que são executadas em segundo plano. Abaixo segue algumas tarefas executadas pelo site WordPress:

  • Tarefas de Backup
  • Cron job para publicação de postagens
  • Cron jobs para verificações de atualizações
  • Motores de busca buscando por novos conteúdo

Tarefas como cronjobs agendados de postagem e atualizações possuem um impacto mínimo na performance do site WordPress. Entretanto, processo de segundo plano, como plugins de backup e excessivo acesso por buscadores em busca de novos conteúdos, pode deixar o seu site mais lento.

Para as tarefas de backups, tenha certeza que ela irá rodar durante um período de baixo tráfego no site. E também é necessário ajustar a frequência dos backups e dados que serão salvos. Por exemplo: se está executando um backup completo diário, mas publica apenas um novo conteúdo por semana, nesse caso, você precisa ajustar o backup para semanal ao invés de diário.

Se deseja backups mais frequentes como backups em tempo real, nesse caso, recomendamos a utilização de uma solução SaaS, assim, você não prejudica a performance do seu servidor.

Sobre os buscadores, é preciso verificar os relatório do Google Search Console, frequente acesso de crawls irá terminar com erros e pode causar lentidão no seu site e deixa-lo sem resposta.

Use os resumos em sua página inicial e arquivos

Por padrão o WordPress mostra todo o conteúdo do post na sua página inicial e nos arquivos. Isso fará com que sua página, categorias, tags e outras páginas de arquivos carregue lentamente.

Outra desvantagem em mostrar todo o conteúdo nessas páginas é que o usuário não sentirá necessidade de visitar a página do post. Isso irá reduzir os seus pageviews e o tempo que um usuário gasta em seu site.

Certamente para acelerar o carregamento do seu site e páginas, você pode definir nas configurações do WordPress para mostrar apenas os resumos ao invés do conteúdo completo.

Para alterar isso acesse: Configurações >> Leitura e selecione: Para cada postagem em um feed, inclua: Texto completo ao invés de Texto completo.

Divida os comentários dentro da página

Caso tenha muitos comentários em seus posts, parabéns! Você esta indo no caminho certo. Mas por outro lado, carregar todos os comentários na página pode impactar na velocidade do site WordPress.

O WordPress possui uma configuração para solucionar esse problema, acesse: Configurações >> Discussão e marque a opção: Dividir comentários em páginas.

Utilize uma rede de distribuição de conteúdo (CDN)

Com um CDN você irá solucionar o problema do acesso em diferentes localizações geográficas. Isso porque a localização do seu servidor web pode impactar na velocidade do site. Por exemplo, vamos dizer que o seu provedor de hospedagem de site esta no Brasil. O Visitar também esta no Brasil isso irá gerar um acesso mais rápido do que se o usuário estiver na Europa.

Utilizar um CDN pode ajuda na velocidade do seu site para todos os visitantes globais. Uma rede CDN é criada com servidores ao redor do mundo. Cada servidor irá guardar um arquivo “estático” do seu site para agilizar a entrega da informação.

Ao utilizar um CDN, toda vez que um usuário visitar o seu site, a rede irá levar em consideração a localização do usuário e buscar o conteúdo mais próximo dele. Por exemplo: o usuário da Europa irá acessar o seu site através de um servidor da Europa e não do Brasil.

Não faça Upload de arquivos de audio ou vídeo direto no WordPress

É possível fazer upload de arquivos de vídeo e audio dentro de um site WordPress, ele será apresentado automaticamente por um player em HTML5. Mas você nunce deverá fazer isso! Hospedagem de audio e vídeo irá custar muito tráfego, você poderá ser cobrado por isso de sua provedora, ou até mesmo ter o seu site fechado, mesmo tendo um daqueles planos “ilimitados”.

Armazenar arquivos de audio irá aumentar muito o backup do site, e deixará ainda mais difícil uma possível restauração de backup do WordPress.

Ao invés disso, recomendamos utilizar serviços próprios para audio e vídeo como Youtube, Vimeo, DailyMotion, SoundCloud etc. Deixe com eles esse trabalho árduo, eles terão recursos para entregar o conteúdo para você. O WordPress possui um recurso de “embedar” automaticamente, basta apenas copiar e colocar o URL do vídeos direto dentro do seu post.

Utilize um tema otimizado

A tarefa de escolha de um tema para o site é um dos papéis mas importante da criação de um site. Alguns temas são lindos porém mal codificado e irá fazer com que seu site fique lento e caia cada vez mais. O verdadeiro bonitinho mas ordinário.

Usualmente é melhor utilizar os plugins mais simples ao invés de layouts complexos, com animações em flash e com recursos desnecessários. Muitos desses recursos você pode adiciona-los com plugins de alta qualidade do WordPress.

Temas gratuitos ou premium do WordPress como StudioPress, Themify, CSSIgniter oferece temas bem programados e otimizado para alta velocidade. Nos recomendamos a utilização do DIVI porque possui centenas de templates otimizado e um baita de um construtor de site moderno para WordPress.

Use plugins rápidos

Plugins rápidos

A utilização de plugins “pobres” mal codificados, poderá trazer um transtorno para o seu site e deixa-lo lento. Antes de instalar um novo plugin verifique o que a comunidade fala sobre ele, analise os prós e contras na hora de ativar um novo plugin.

Turbinando o WordPress (Avançado)

Utilizando as boas práticas listadas acima, você irá perceber que seu site terá uma melhora no carregamento. Mas como cada fração de segundo é importante, entendemos que mais alguns ajustes serão necessários.

Os tópicos a seguir são um pouco mais técnicos, e é necessário um conhecimento. Vamos modificar arquivos PHP e recomendamos que faça um backup do site antes de iniciar. Vai que, né?!

Divida posts longos em páginas

Muitos leitores gostam de ler algo mais aprofundado e posts mais longos possuem um ranqueamento positivo para os motores de busca. Caso você esteja publicando longo texto com muitas imagens, isso poderá prejudicar o carregamento.

Talvez considerando dividir esse texto longo em diversas páginas pode ser uma solução. O WordPress vem com um recurso:

Insira essa tag dentro do seu artigo aonde você deseja dividir o conteúdo.

Reduzir requisições externas de HTTP

Muitos plugins e tema do WordPress carregam diversos arquivos de outros site. Esse arquivo podem incluir: scrips, estilos e imagens de locais de fora do servidor. Como: Google, Facebook, Google Analytics e outros.

Não existe problema em utilizar alguns desses arquivos, muitos deles são otimizados para carregarem rapidamente. Mas se o seu site estiver requisitando muito recursos externos isso poderá deixar seu site lento facilmente.

Você pode reduzir todas essas chamadas externas desabilitando os scripts e estilos ou mesclando todos eles dentro de um único arquivo. Alguns plugins de cache fazem esse procedimento, por isso é necessário uma certa cautela antes de fazer.

Reduzir chamadas para o banco de dados

Reduzir chamadas banco de dados

Nota: Esse procedimento é mais técnico é será necessário um conhecimento básico de PHP e arquivos de template do WordPress.

Infelizmente existe diversos temas com códigos não otimizado. Ignorando os padrões do WordPress e criando acesso direto ao banco de dados, muitas vezes desnecessários. Isso pode deixar seu site lento, caso utilize algum plugin de cache essa alteração não se faz necessária.

Nesse exemplo, toda vez que visualizar < ?php é uma nova chamada para o banco de dados:

Isso muitas vezes não é culpa do desenvolvedor, pois ele não sabe o idioma que seu site irá utilizar. Mas se estiver personalizando o seu site utilizando um tema filho, você pode substituir essas chamadas no banco de dados por algo mais especifico de acordo com o seu site, isso certamente irá reduzir as chamadas ao banco e dados.

Otimizar o banco de dados do WordPress

Otimizar banco de dados

Após utilizar o WordPress por um tempo seu banco de dados irá ter muitas informações que você provavelmente não precisa mais. Para melhorar a velocidade é possível otimizar o banco de dados e remover alguns dados desnecessários.

Isso pode ser concluído facilmente pelo phpMyAdmin de sua provedora de hospedagem de site ou pelo plugin WP-Sweep. O plugin permiti limpar o banco do seu WordPress deletando informações como posts na lixeira, revisões, tags não utilizadas etc, além disso em alguns cliques o plugin irá otimizar a estrutura do banco de dados.

Limitar revisões de posts e páginas

As revisões do WordPress é utilizado para o administrador do site conseguir voltar a página para determinados períodos, ou seja, o sistema automaticamente salva todas as alterações de posts e páginas do sistema, criando um histórico de alterações.

O recurso é muito bacana porque ajuda na hora da verificação de uma alteração, porém isso pode deixar as pesquisas do banco de dados lenta, pois o mesmo post terá infinitas versões.

Para corrigir isso basta limitar a quantidade de revisões permitida dentro do WordPress. O Procedimento é bem simples basta adicionar uma linha de comando dentro do arquivo wp-config.php.

O código irá limitar em 4 revisões de cada post ou página criada, portanto uma página terá um histórico das últimas 4 alterações.

Proteção de HotLinks e Leaching do seu conteúdo

A proteção de hotlink evita que um site acesse diretamente os arquivos do site. Um exemplo hotlink seria o uso de uma imagem do seu site para ser exibida em outro site "embedado". O resultado final é que o outro site está utilizando o seu processamento para mostrar o arquivo.

Se a sua provedora de hospedagem de site oferece o painel de controle cPanel você consegue fazer esse ajuste direto do painel. Veja esse tutorial de como ativar o hotlink no cPanel.

Proteção de HotLinks

Utilize o Lazy Loading se necessário

Se o seu site possui muitas imagens, diversos vídeos embedados, galeria de fotos, provavelmente o seu site terá benefícios com o Lazy Loading.

O Lazy Loading ele irá carregar apenas o conteúdo de imagem ou vídeos quando ficarem visíveis na tela. O plugin possui um recurso que também substitui todas imagens e vídeos por imagens "placeholder".

Ajuste os erros de HTTPS/SSL sem plugin

Quando estamos migrando um site de http para https, possivelmente irá gerar um erro de conteúdo misto. O caminho mais simples para resolver esse problema é utilizando o plugin Really Simple SSL.

Esse plugin ele pega todas as URLs primeiro, depois altera para HTTPS antes de enviar para o navegador. É um impacto reduzido porém irá economizar alguns milissegundos na hora do carregamento. Para executar esse procedimento sem o plugin basta fazer as alterações das chamadas http para https manualmente.

Usar a última versão do PHP

O WordPress é escrito com a tecnologia PHP. É uma linguagem a nível de servidor, isso significa que o recurso estará disponível dentro do seu servidor de hospedagem de site. Os melhores provedores de hosting sempre irão oferecer as últimas versões do PHP.

Se o seu plano possui o painel de controle cPanel é possível alterar a versão do PHP rapidamente pelo painel de controle com um clique! Veja nesse tutorial como alterar a versão do PHP.

As novas versões do PHP 7 é 2x mais rápida que suas versões anteriores. Essa é uma baita performance que o seu site precisa ter. Se o seu site utilizar um versão antigo do PHP solicite para sua provedora alterar a versão ou migre para a Link Nacional nós podemos te ajudar com isso.

Conclusão

Como resultado espero que o artigo tenha sido útil para a melhoria de velocidade do seu site em WordPress. Nós da Link Nacional estamos frequentemente trabalhando para ter sites em WordPress rápidos. Atualmente, oferecemos planos específicos para sites em WordPress de alto tráfego. Caso tenha interesse em saber mais deixe sua dúvida nos comentários ou entre em contato conosco.

WhatsApp chat