Link Nacional
Nós criamos

seu site

de advocacia,de doação,de vendas,de empresa,de projeto,de portfólio

de advocacia,de doação,de vendas,de empresa,de projeto,de portfólio

Nós criamos

seu site

de advocacia,de doação,de vendas,de empresa,de projeto,de portfólio

Sistema antifraude e segurança digital nos pagamentos online

por | Atualizado em 21 de junho de 2021 | Notícias

Nos últimos meses temos visto notícias sobre megavazamento de dados de milhões de brasileiros. A exposição de tantos dados é chocante e a possibilidade deles caírem em mãos erradas gera medo de sermos vítimas de, principalmente, fraudes digitais. O Brasil é um dos países onde mais há golpes neste sentido e, por isso, é tão importante que sua empresa invista em sistema antifraude e segurança digital.

O distanciamento social durante a pandemia fez com que muitas pessoas aderissem às compras online e, se de um lado isso foi essencial para a economia de empresas, por outro chamou a atenção de fraudadores. Acompanhe o texto para saber quais são os principais tipos de fraudes digitais e veja como se proteger.

O que é um sistema antifraude?

Sistema antifraude é um conjunto de operações para prevenir e identificar operações fraudulentas que possam prejudicar empresas e clientes. Basicamente, esse sistema coleta dados dos usuários para formar um padrão de atividades e, no momento que uma ação foge do padrão, um alerta é ativado pelo antifraude.

Continue lendo

Nós temos a solução!
Sistema Antifraude

Onde o sistema antifraude pode ser utilizado?

No ambiente digital, o sistema antifraude é amplamente utilizado para objetivos diversos. Como exemplo, podemos citar antifraudes para aumentar a segurança de informação em bancos, evitar golpes em e-commerce, dar segurança a sistemas de doação online, garantir a integridade da aplicação de provas online de instituições de ensino e até mesmo prevenir que um usuário tenha a conta violada em uma rede social.

Quais os principais tipos de fraudes digitais?

Existem diversos tipos de fraudes praticados no ambiente digital, acompanhe o texto e fique atento aos principais.

Autofraude

Pode soar estranho que alguém pratique fraudes contra si mesmo, mas isso tem acontecido muito em lojas virtuais. O cliente realiza uma compra online normalmente com seus dados pessoais e a forma de pagamento desejada, mas, movido por má-fé, alega que não recebeu o produto e pede reembolso.

Fraude amigável

Acontece quando um amigo ou parente do dono do cartão realiza uma compra sem informar ao titular. Ao receber a fatura, o dono não reconhece a compra e acaba pedindo um estorno, causando prejuízos ao vendedor.

Cartão de Crédito

Fraude efetiva

Essa é considerada a fraude mais comum em e-commerce. Neste caso, o fraudador rouba dados do cartão e dados pessoais de usuários na internet para realizar compras online.

Fraude logística

Neste caso, o fraudador tenta interceptar uma entrega. Ele compra algum produto por meio da prática de fraude efetiva e depois tenta mudar o endereço de entrega para poder receber o produto comprado.

Phishing

Esse termo do verbo em inglês “pescar” se resume em uma maneira de pescar informações confidenciais de pessoas na internet. Sites de phishing imitam outros sites na sua aparência a fim de enganar os usuários. Desta forma, estes sites maliciosos se apresentam como uma instituição ou entidade legítima e os usuários acabam revelando suas informações confidenciais como números de cartão de crédito, dados bancários, senhas e outros dados pessoais.

Phishing
Grande parte das tentativas de phishing são realizadas por e-mail e SMS por meio de spam, por isso, se você receber uma mensagem chamando você para uma ação urgente, há uma boa possibilidade de que você seja redirecionado para um site de phishing.

Malware

Outro tipo de fraude digital é a instalação de softwares maliciosos. O usuário é induzido a clicar em um link não confiável e, sem perceber, acaba instalando programas que dão acesso a informações sigilosas como dados pessoais e financeiros.

Fraude

Quais os principais sistemas antifraude do mercado?

Agora que você já sabe quais são os tipos de fraudes mais comuns, confira os melhores sistemas antifraude do mercado.

ClearSale

A ClearSale é uma empresa brasileira que oferece sistema antifraude para diversos segmentos como e-commerce, fintechs, bancos, venda direta e telecom. A inteligência artificial da plataforma utiliza uma grande quantidade de dados para identificar fraudes. A tecnologia da ClearSale envolve inteligência estatística, modelagem do comportamento de clientes e identificação de vulnerabilidades.

ClearSale
MaxMind

MaxMind

A americana MaxMind oferece um sistema antifraude que se baseia em mapeamento digital por meio de IP. Empresas que usam o sistema desta plataforma podem mapear dados GeoIP para localizar seus visitantes da Internet e mostrar a eles conteúdo e anúncios relevantes além de detectar fraudes. O serviço minFraud, líder da indústria da MaxMind, ajuda as empresas a prevenir transações online fraudulentas e reduzir a revisão manual.

MaxMind

Cybersource

Também fundada nos EUA, a Cybersource atua no gerenciamento de sistemas de pagamento em varejo online. Entre os recursos que a plataforma oferece de sistema antifraude está a aplicação de modelos de machine learning aos dados de histórico de operações para traçar padrões específicos e otimizar a identificação de fraudes.

Cybersource
Konduto

Konduto

A empresa brasileira Konduto também utiliza tecnologias de machine learning e monitoramento comportamental de navegação para combater fraudes digitais. A tecnologia da Konduto monitora atividades dos clientes durante a jornada de compra. Assim, dados como comparação de preços, permanência no site e produtos visualizados são reunidos para formar um padrão de cada usuário.

Konduto

Conheça o sistema antifraude do Serasa

Serasa é referência quando falamos em análise e informações de crédito. A empresa possui um banco de dados que permite a consulta de CPF para verificar restrições ao nome das pessoas que possuem dívidas vencidas e não quitadas, cheques sem fundos e outros registros públicos. Entre os serviços do Serasa também está o sistema antifraude feito para pessoas físicas e jurídicas.

O que é?

Para pessoas físicas, o Serasa Antifraude oferece planos de monitoramento de CPF, e-mail, celular e passaporte. Já para pessoas jurídicas, a plataforma permite o monitoramento do CNPJ. Além disso, o Serasa Experian oferece serviços de segurança para empresas detectar riscos de fraudes e ter mais segurança nas transações comerciais.

Como funciona?

O sistema Serasa Antifraude avisa o usuário por e-mail ou SMS toda vez que o CPF ou CNPJ forem consultados para compra ou empréstimos em bancos; quando uma empresa for aberta no nome do titular; antes de ser negativado ou retirado do cadastro de devedores e quando compras forem realizadas.
O Serasa Experian possui diversas soluções de sistema antifraude, entre elas podemos destacar o Fraudnet que oferece mecanismos de proteção capazes de identificar e tratar possíveis ameaças de fraude. O Fraudnet realiza, entre outras operações, checagem de dados, validação de informações e monitoramento de transações. A solução CrossCore também se destaca por conectar vários recursos antifraude de forma coordenada, como alerta de invasão de contas e monitoramento de transações.
O Serasa também faz um monitoramento de dados na dark web para verificar se algum dado pessoal foi vazado em uma fatia obscura da internet.

Quanto custa?

O Serasa Antifraude possui pacotes mensais e anuais. Ambos possuem monitoramento de CPF, Score, CNPJ e dark web.

Plano mensal: R$ 19,90
Plano anual: R$ 169,90 à vista ou 12 vezes de R$14,16

Serasa

Sistema antifraude para e-commerce

De acordo com um levantamento realizado pela ClearSale, apenas no primeiro trimestre de 2021, o e-commerce brasileiro teve 700 mil tentativas de fraudes. Isso representa um aumento de 83,7% em relação ao mesmo período no ano passado. O motivo desse aumento pode ser justificado pela pandemia: as pessoas passaram a realizar mais compras online e isso chamou a atenção dos fraudadores.
Nesse sentido, é muito importante que a sua empresa, ao criar um site ou uma loja virtual, desenvolva formas de aumentar a segurança digital dos pagamentos por meio de um sistema antifraude.
Para identificar possíveis fraudes em e-commerce, fique atento a comportamentos suspeitos como:

  • Endereço de entrega diferente ao do titular do cartão de pagamento;
  • Vários pedidos do mesmo item;
  • Pedidos excepcionalmente grandes;
  • Diversos pedidos para o mesmo endereço e uso de cartões diferentes para pagar.

Sistema antifraude para doações online

Se você tem um site que recebe doações online, é essencial ter um sistema antifraude para evitar problemas e prejuízos ao seu negócio ou projeto. Para não cair em golpes ou ser vítima de pessoas mal intencionadas, invista em formas de pagamentos seguras como PagSeguro, Paypal, Stripe e outros sistemas que garantam a legitimidade das transações financeiras.

Segurança

O que é chargeback?

Chargeback é um estorno após o consumidor contestar uma venda no cartão de crédito ou débito. Essa prática acontece quando o titular não reconhece uma compra e suspeita que pode ter sido vítima de algum golpe como clonagem de cartão, por exemplo. Além disso, o chargeback pode acontecer diante de outras situações como:

  • Desacordo comercial: o cliente não recebe a mercadoria ou não recebe aquilo que comprou
  • Erro de processamento: cobrança duplicada ou erro na quantidade de parcelamento

Como evitar?

Para evitar que sua empresa arque com os custos de um chargeback, preze pela entrega do produto como combinado; certifique-se de que a forma de pagamento e quantidade de parcelamentos estão de acordo com a opção do cliente no momento da compra e, principalmente, utilize um sistema antifraude no seu site.
Por meio do mapeamento da jornada dos clientes, o sistema antifraude é capaz de identificar quando as atividades de um usuário saem do padrão, havendo grandes chances de ser uma fraude.

Chargeback é um tipo de fraude?

O chargeback não é necessariamente um tipo de fraude. Ele foi criado como uma forma de proteger o direito do consumidor, mas infelizmente acaba sendo uma manobra para aplicar fraude, gerando prejuízos aos comerciantes.

Segurança

Como contratar um sistema de antifraude?

Com o aumento de fraudes na internet, é muito importante que você invista na segurança digital do seu site. A Link Nacional presta consultoria e assessoria para a contratação de sistema antifraude para e-commerce e sites de doação online. Entre em contato e solicite um orçamento.

Nós temos a solução!
Redação: Mariane Souza
Cientista da informação pela USP, encontrou na redação um jeito de levar conteúdo relevante para as pessoas. Atua como redatora na Link Nacional.
5 4 votes
Vote no Artigo
guest
Por favor entre com seu nome completo
Digite um endereço de email válido para uma possível notificação de retorno.
Número de whatsApp para eventual notificação de resposta.
2 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
João de Oliveira
João de Oliveira
11 de maio de 2021 14:54

Qual é o melhor sistema Antifraude disponível no mercado?

Link Nacional
Admin
Link Nacional(@linknacional)
2 de julho de 2021 14:45

Olá João.
Todos são bons, mas nós recomendamos a ClearSale.

Últimas postagens

Como criar um blog no WordPress

Como criar um blog no WordPress

Veja como criar um blog no WordPress em poucos passos e de forma fácil e rápida. Também é possível criar um blog no WordPress grátis.

Comprar um carro novo ou usado? Veja os prós e contras de cada um

Comprar um carro novo ou usado? Veja os prós e contras de cada um

Tanto o carro 0km quanto o seminovo podem ter vantagens e desvantagens; confira neste conteúdo! Hoje em dia, a compra de um veículo é considerada uma das etapas mais importantes na vida das pessoas. Sejam eles carros seminovos ou novos, a escolha de um bem como esse...