Link Nacional
Nós criamos

seu site

de advocacia,de doação,de vendas,de empresa,de projeto,de portfólio

O que é SEO on page

por | Atualizado em 17 de maio de 2021 | Notícias

Uma boa estratégia de marketing digital deve considerar otimizações no site. Talvez você já até começou a implantar boas práticas de SEO no conteúdo da sua página, mas ainda não obteve um bom rankeamento na lista de pesquisa do Google. Saiba que você pode começar a subir as posições se utilizar técnicas específicas de SEO on page!

O foco principal do SEO on page é tornar a experiência do usuário mais agradável e satisfatória. Por isso, essa estratégia abrange todos os fatores internos e estruturais que vão deixar o site mais útil aos leitores.

Nesse sentido, detalhes como cabeçalhos, títulos SEO, palavras-chave, backlinks e design responsivo fazem toda a diferença no desempenho do seu site. Continue lendo para descobrir quais mudanças você pode fazer no seu site e veja quais práticas devem ser evitadas.

Por onde começar a fazer SEO on page no seu site?

Uma estratégia de SEO on page eficiente deve estar focada na satisfação do usuário. Quando uma pessoa realiza uma pesquisa na internet, ela pretende encontrar um conteúdo de qualidade e que responda todas as suas dúvidas. Além disso, a estrutura do texto também faz toda a diferença para otimizar seu site. Veja a seguir os principais pontos que você precisa se atentar.

Continue lendo

O que é SEO

Frase-foco ou palavra-chave

Palavra-chave ou frase-foco é um termo ou expressão que você deseja vincular à sua página em uma pesquisa no Google, por exemplo. Assim, quando alguém procurar por aquela palavra, elas encontrarão o seu conteúdo. Por isso, é essencial que, na hora de escolher a palavra-chave do seu texto, você considere as intenções de busca dos leitores. Há dois tipos principais de palavras-chave: head tail e long tail. A primeira é mais genérica e possui um volume maior de busca. Já a segunda é mais específica e, apesar de ter um número de buscas menor, tende a ser mais assertiva. Observe um exemplo:
Gráfico de planejamento de marketing

Coloque sempre a sua frase-foco em partes essenciais da página (URL, título, subtítulo e entre as 100 primeiras palavras do texto), para que os algoritmos do Google consigam identificar o conteúdo.
Entre as ferramentas de SEO existentes para ajudar na sua estratégia de marketing digital, o Google oferece um mecanismo para te auxiliar na hora de escolher boas palavras-chave, o Google Ads. Essa ferramenta também ajuda a organizar o rankeamento em sites de pesquisa e a melhorar os resultados com anúncios.

Título

O título de um blog post deve ser interessante e chamativo. Uma dica é utilizar palavras que demonstre que aquele conteúdo vai sanar muitas dúvidas, por exemplo, “melhor”, “guia”, “completo” e “entenda”.

URL ou SLUG

O algoritmo do Google também faz uma varredura no endereço da página. Dessa forma, para que o robô perceba que seu site tem conteúdos relevantes, é essencial que a sua URL ou SLUG seja descritiva e contenha a frase-foco. Evite URLs muito longas, com datas ou números.

Título SEO

O título SEO ou título da página não é necessariamente o mesmo do blog post. Esse título é uma propriedade do código HTML do seu site e fica na aba do navegador ou na lista de resultados de uma busca. Em SEO on page, o título SEO é um dos elementos mais importantes para o sucesso no rankeamento. Entretanto, muitos sites cometem o erro de colocar frases que não descrevem a página ou não utilizam palavras-chave relevantes para a estratégia de SEO da empresa. Assim, o Google pode não entender que há uma relação do site com algum determinado termo de busca.
Importância do SEO
As primeiras palavras da frase têm maior peso que as últimas, então procure colocar as palavras-chave logo no começo. A quantidade de palavras também impacta no rankeamento e, quanto menor o título, mais o seu conteúdo terá relevância. Por isso, evite passar de 65 caracteres no título.

Meta-descrição

Quando alguém faz uma busca, o Google mostra uma lista de sites ranqueados por relevância, sendo que os primeiros são os conteúdos mais bem avaliados. Nessa lista, há um título e uma descrição. A descrição é a meta-descrição, que funciona como um código inserido na página.
Página na web
As palavras-chave inseridas na descrição não irão impactar no posicionamento da página na lista de buscas. No entanto, a forma como a meta-descrição é escrita pode levar ou não o leitor a clicar no link que leva para a sua página. Por isso, o texto da meta-descrição deve ser atraente e convincente uma vez que pode aumentar a taxa de cliques quando sua página aparece no resultado de buscas.

Densidade da frase-foco

Já falamos da importância de escolher uma boa frase-foco para o seu conteúdo e como é importante que essas palavras apareçam no texto. Porém, não pode haver exageros no uso, para evitar a prática de stuffing, gerar um efeito inverso e o Google deixar de indexar o link da sua página. Para evitar ser punido pelos mecanismos de busca, as palavras-chaves não devem ser repetidas mais de duas ou três vezes em 100 palavras. Nesse sentido, é recomendado manter a densidade da frase-foco entre 1% a 3% do conteúdo.

Qual a importância do texto no SEO on page?

Aplicar técnicas de SEO on page vai otimizar seu site e a experiência que os leitores terão com ele. Entre as boas práticas que devem estar presentes no texto estão a apresentação do conteúdo com uma estrutura clara e com boa navegabilidade, conteúdo relevante e de qualidade, texto claro, objetivo e que corresponda ao que se pretende.

Há pesquisas que afirmam que conteúdos mais longos tendem a gerar melhores resultados. Isso porque esse tipo de conteúdo geralmente é mais aprofundado e completo, respondendo com mais assertividade as dúvidas dos leitores.

SEO

Legibilidade

Para que o seu conteúdo seja de fácil entendimento dos leitores, evite frases consecutivas e que se repetem com muita frequência. Distribua os subtítulos para melhorar a navegabilidade pelo texto e não exceda 300 palavras.

Utilizar palavras de transição também vai contribuir para a legibilidade do seu conteúdo. Palavras como “ou seja”, “desta forma”, “afinal” é “da mesma forma” deixam o texto mais explicativo e, consequentemente, o leitor ficará mais satisfeito.

Escreva textos objetivos e diretos, evitando a voz passiva nas frases e tome cuidado com parágrafos muito longos e cansativos.

Como criar uma página HTML

Cabeçalhos (Heading)

Cabeçalho ou heading tag (H1, H2, H3 e assim por diante), é a estruturação hierárquica do conteúdo e serve para facilitar a leitura e a escaneabilidade do texto. Trata-se de recursos de HTML para destacar títulos, subtítulos e intertítulos na página. O H1 é o cabeçalho de maior destaque e pertence ao título, que deve conter a frase-foco. É este elemento que os mecanismos de buscas vão avaliar para verificar o principal assunto abordado na página, por isso, escolha apenas um H1 no texto.
Para uma escaneabilidade de sucesso, separe o texto com cabeçalhos H2, próprios para subtítulos e utilize a hierarquia H3, H4, etc. para os tópicos que seguem dentro dos subtítulos. É importante que a palavra-chave esteja presente nos cabeçalhos, mas cuidado com excessos! Não é recomendado utilizar mais de 75% dos cabeçalhos com a frase-foco.
Esses links internos podem ser do tipo self, que abrem na mesma janela ou aba do navegador, ou do tipo blank, que abrem em uma nova aba.
Na programação do seu site, faça uso de rel=”nofollow”, rel=”noopener” e rel=”noreferrer”. O atributo rel (relationship) especifica a relação entre o conteúdo do seu site aquele que foi linkado. A função do rel=”nofollow” indica que o link não deve transferir a autoridade da sua página sobre determinado assunto para a página externa linkada. A ausência dessa função pode fazer a autoridade da sua página ser enfraquecida e espalhada para outros sites e com certeza isso vai fazer seu site descer na posição de rankeamento. O rel=”noopener” é uma função que foi adicionada ao WordPress para solucionar uma vulnerabilidade de segurança já que o javascript permite que uma nova página obtenha controle de outra que a referenciou. Nesse sentido, é importante utilizar a função para evitar que sites maliciosos obtenham informações sigilosas da sua página. A tag rel = ”noreferrer” evita passar as informações de referência para o site linkado. Na prática, o tráfego proveniente de links com o atributo rel = ”noreferrer” será exibido como tráfego direto em vez de referência no Google Analytics.

Texto âncora

Talvez você nunca tenha ouvido falar desse termo, mas com certeza já clicou em vários textos âncora! Texto âncora é aquele texto clicável que direciona o leitor para outro conteúdo. Geralmente o texto fica azul e sublinhado quando é inserido algum link.

Um texto âncora alinhado com uma estratégia de SEO on page deve ter relação com a página para a qual será redirecionada, ou seja, texto e link devem se complementar e ser interessante para o usuário que deseja se aprofundar sobre o assunto.

Inclua o link em textos concisos e dê preferência a palavras que podem atrair o leitor a clicar e que descrevem bem a que o link se refere.

checklist

Como fazer SEO on page nas imagens do site

Usar imagens é um ótimo recurso para deixar a experiência de leitura mais agradável e com referências visuais, por isso, utilize mais de uma imagem na página ou post. Para uma boa estratégia de SEO on page, as imagens também precisam passar por algumas configurações.
Coloque a palavra-chave no nome do arquivo, na legenda e na descrição da imagem. Ao inserir a imagem na página, adicione atributos de alt text, um texto alternativo para caso a imagem não abrir, de acordo com a palavra-chave. Incluir a palavra-chave nas imagens é fundamental para que o Google entenda o assunto que elas tratam e melhore a indexação.

Design responsivo

Ter um site que se adapta a diferentes dispositivos é um dos fatores mais importantes para o rankeamento das páginas no Google. Um design responsivo é aquele que performa bem tanto em computadores desktop como em tablets e celulares.
Um site que se adapta a diferentes telas interfere diretamente na experiência do usuário e por isso é tão importante. Para verificar se seu site é mobile friendly, você pode utilizar a ferramenta de compatibilidade do Google.

Velocidade do site

Outro fator que interfere no rankeamento nos mecanismos de busca é a velocidade de carregamento do seu site. Isso acontece porque os usuários não têm paciência de esperar por muito tempo uma página carregar. Consequentemente, os leitores acabam saindo muito rápido da página e isso acaba sendo mal interpretado pelo Google.
Para verificar se a sua página tem uma velocidade satisfatória de carregamento, utilize a ferramenta do Google PageSpeed Insights.

O que não fazer no SEO on page?

Além das práticas que já falamos neste post, outras que podem atrapalhar o desempenho do seu site é se esquecer do mapa do site. Esse é um recurso valioso e que muitos sites acabam se esquecendo. Os robôs do Google analisam toda a estrutura do site, e o mapa entrega tudo o que a sua página tem a oferecer, tornando essa varredura mais eficiente.

Além disso, também não é recomendado fazer um texto âncora com a palavra-chave principal indicando outro site. O Google vai entender que a sua página não tem autoridade sobre aquele assunto e que você não tem um conteúdo completo.

Placa de atenção

Não copiar ou plagiar conteúdo

Plagiar e copiar conteúdo de outros sites também é uma prática não recomendada no SEO on page. Os mecanismos de busca estão cada vez mais inteligentes e conseguem perceber que um conteúdo não é original e isso pode comprometer para sempre a reputação da sua página.

Keyword stuffing

Antigamente, repetir a palavra-chave inúmeras vezes ao longo do texto era algo bom, porque os robôs do Google não distinguiam a qualidade do conteúdo. Atualmente, a tecnologia do mecanismo de busca se sofisticou tanto, que já é possível identificar que o autor está repetindo palavras forçosamente.

O Google conclui que palavras-chave em excesso deixam o texto cansativo e, por isso, é desinteressante para os leitores. Assim, quando o Google entende que uma página está realizando keyword Stuffing, uma penalidade é aplicada. Isso quer dizer que o site perderá muitas posições de rankeamento.

Para realizar uma boa estratégia de link building você pode encontrar bons parceiros e construir uma rede de colaboração e investir em coleta de dados e pesquisas para identificar temas relevantes de conteúdo e se tornar referência no assunto.

Soluções para o SEO on page

Além de estratégias de marketing bem definidas, a Link Nacional oferece soluções como criação de sites, lojas virtuais, sistema de doação online, marketing de conteúdo, hospedagem e diversos outros serviços para o seu site receber mais visitantes e ter sucesso na internet.

Agora que você já sabe da importância do SEO on page, chegou a hora de otimizar a sua página. Entre em contato e faça um orçamento para o seu projeto!

Nós temos a solução!
Redação: Mariane Souza
Cientista da informação pela USP, encontrou na redação um jeito de levar conteúdo relevante para as pessoas. Atua como redatora na Link Nacional.
4 4 votes
Vote no Artigo
guest
Por favor entre com seu nome completo
Digite um endereço de email válido para uma possível notificação de retorno.
Número de whatsApp para eventual notificação de resposta.
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas postagens

Os novos “ANALFABYTES”

Os novos “ANALFABYTES”

Os analfabytes são os analfabetos digitais que estão à margem da evolução tecnológica, dos benefícios da internet, da cibercultura e do ciberespaço.