Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
pesquisar só Blog
Pesquisar no Site
Filtrar por categoria
cPanel
Criar site
Destaque
E-mails
Hospedagem de sites
Notícias
Registro de Domínio

O que é o Pix, como funciona e como utilizar?

por | Atualizado em 1 de outubro de 2020 | Notícias

Você com certeza já passou por algum problema na hora de efetuar um pagamento, ou quando teve de receber valores de seus clientes, não é verdade? Também já deve ter sofrido horas enfrentando uma fila em uma agência bancária, para no final descobrir que não era possível realizar a sua transferência no mesmo dia? Com o Pix, estes e outros problemas vão virar coisa do passado! O Banco Central anunciou, em fevereiro de 2020, a criação desta nova plataforma, que vai transformar as relações comerciais em um mar de rosas! Por meio do Pix, seus clientes vão ter uma opção mais ágil e eficiente na hora de pagar pelos seus produtos ou serviços.

Se você gostou e quer saber mais, veja como o Pix pode ser útil para a sua empresa, a partir de quando vai estar disponível e como você pode usufruir de todas as vantagens que ele tem a oferecer ao seu negócio! A Link Nacional traz todas as informações em detalhes para você, pois acabou o tempo perdido em filas e a burocracia para completar suas transações financeiras!

Para termos a noção da evolução a que chegamos, basta lembrar das primeiras moedas de metal, cunhadas com martelo no século VII A. C., na região onde hoje se localiza a Turquia. Saímos da riqueza do ouro e da prata e alcançamos o dinheiro hi-tech.

Bem-vindo à era dos pagamentos digitais!

o que é pix
o que é pix

O que significa Pix

O Pix veio para revolucionar o mercado de pagamentos no Brasil. Trata-se de um novo sistema de pagamentos instantâneos implantado pelo Banco Central, que vai possibilitar aos usuários efetuar transações de pagamento e recebimento de valores em até dez segundos. O serviço é totalmente online, e funcionará 24 horas por dia.

Quem criou

O Pix é uma marca única de criação do Banco Central, que anunciou o novo sistema de pagamentos instantâneos em fevereiro de 2020. A partir de 2018, o BC vem investindo na construção de um sistema que ofereça mais agilidade, autonomia e facilidade na hora de efetuar pagamentos em todo o território nacional.

Quais as vantagens do Pix

• Disponibilidade
A transmissão da ordem de pagamento é feita em tempo real, em um serviço que funciona todos os dias do ano, 24 horas por dia. Suas operações não vão mais ter de esperar pelos feriados ou finais de semana para se completarem!
• Conveniência
A experiência do cliente nunca mais será a mesma! No Pix, tudo é voltado para a garantia da satisfação dos usuários e a solução das suas necessidades. Pagar e receber não vai mais ser sinônimo de dor de cabeça!
• Ambiente aberto
Em uma estrutura flexível, os participantes podem aderir à oferta de serviços nas modalidades provedor de conta transacional, uma instituição financeira que oferece ao cliente final uma conta para a realização das operações; ou provedor de serviço de iniciação de pagamento, que receberá o pedido do titular de uma conta transacional para o início da transação.
• Velocidade
Em dez segundos, os pagamentos são liberados para a conta do recebedor, sem intermediários, o que garante mais fluidez e agilidade na hora de receber dos seus clientes.
• Segurança
A Rede do Sistema Financeiro Nacional é a responsável pelas transações no Pix. Assim você tem a certeza de contar com um sistema inovador e seguro, por meio da autenticação digital na plataforma.
• Fluxo de dados
Os dados poderão ser utilizados tanto para conciliação como para ordens de pagamentos, abrindo possibilidades para novas formas de negócios.

Quando o pix vai entrar em operação

O Pix começa a operar em 20 de novembro de 2020, segundo o cronograma do Banco Central. Em 2019, foi publicado o Comunicado n° 34.085, no qual constam os requisitos para a efetivação do ecossistema de pagamentos instantâneos brasileiro.

Como funciona o Pix

Em um sistema interligado virtualmente, um provedor de serviço de pagamentos é acessado pelo cliente que deseja pagar um boleto ou transferir valores para a conta do credor. A solicitação é enviada para uma instituição credenciada pelo Banco Central, que recebe o pedido e o autoriza. Após autorizado, o pagamento é encaminhado para a instituição que repassa ao recebedor. O processo pode ser feito ainda com a intermediação de uma instituição cadastrada naquela que possui o registro no Sistema de Pagamentos Instantâneos – SPI.

Como utilizar o Pix

O acesso ao sistema do Pix poderá ser feito a partir de um aparelho com conexão à internet, sendo possível efetivar transferências por meio de chave de endereçamento e pagamentos ou pela leitura de QR Code, tanto estático como dinâmico, além da troca de informações por aproximação, graças à tecnologia Near-Field Communication – NFC.

Diferente dos depósitos em Documento de Ordem de Crédito – DOC e Transferência Eletrônica Disponível – TED, o PIX funciona com chaves ou apelidos para identificar os usuários. A novidade fica por conta da oferta do serviço de saques em redes do varejo, uma opção que dispensa o uso do sistema bancário.

Quais bancos vão oferecer o Pix

Conforme circular publicada no Diário Oficial da União – DOU em fevereiro, instituições que possuem mais de 500 mil contas de clientes ativos, entre depósito à vista, depósito de poupanças e pagamentos pré-pagos, deverão participar do PIX. Como o sistema oferece segurança e praticidade, a tendência é que a adesão de instituições fora do perfil obrigatório se torne realidade.

Quais os meios de pagamento do Pix

O Pix funciona com uma ampla gama de pagamentos instantâneos, envolvendo pessoas físicas, jurídicas e governamentais, com transações:
  • P2P, entre pessoas;
  • P2B, entre pessoas e estabelecimentos comerciais;
  • B2B, entre empresas;
  • P2G, entre pessoas e órgãos do governo;
  • B2G, entre empresas e órgãos do governo;
  • G2P, entre órgãos do governo e pessoas;
  • G2B, entre órgãos do governo e empresas.
o que é pix
o que é pix

O Pix vai substituir o dinheiro

A ideia do Bacen é oferecer um sistema que possibilite ao usuário concluir operações financeiras de forma mais ágil que a atualidade, mas isso não quer dizer que o dinheiro em espécie deva entrar em extinção, já que muitas pessoas ainda preferem receber contas em dinheiro vivo.

Pix no dia a dia

Gostou das novidades? Sem dúvida, o Pix é um divisor de águas na nossa história. Agora é a hora certa para aproveitar todas as vantagens que o Pix tem a oferecer para a sua empresa. Na Link Nacional, você pode contar com o suporte de uma equipe especialmente qualificada para atender todas as suas dúvidas sobre o novo meio de pagamentos criado pelo Banco Central!

Já parou para imaginar como será a sua rotina depois que o Pix entrar em ação? É bom ficar preparado, pois faltam poucos meses para esta inovação começar a funcionar a todo vapor. Conte com a Link Nacional e obtenha o melhor suporte técnico na implantação do Pix na sua empresa. Além de oferecer conteúdo de qualidade, nossa equipe está sempre pronta para atender a sua demanda!

Compartilhar

5 2 votes
Vote no Artigo
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas postagens

O que é VisaNet?

O que é VisaNet?

VisaNet é uma rede de pagamentos eletrônicos que atua no mundo inteiro conectando pessoas, empresas e Governos.

ler mais
WhatsApp chat