Link Nacional
Nós criamos

seu site

de advocacia,de doação,de vendas,de empresa,de projeto,de portfólio

O que é fintech? Quais inovações trazem para o mercado?

por | Atualizado em 29 de junho de 2021 | Notícias

É muito provável que você utilize algum banco digital para fazer suas movimentações financeiras ou que ao menos já ouviu falar de grandes empresas do setor como Nubank, PagSeguro e PicPay. Mas você sabia que empresas como essas fazem parte de uma fatia revolucionária do mercado financeiro, as fintechs? Acompanhe o post e entenda o que é fintech e como elas inovam a maneira que o mundo faz negócios.

Especialmente no Brasil, este setor tem crescido consideravelmente. Uma pesquisa da FintechLab revelou que até agosto de 2020 o país já tinha 771 fintechs, fato que as torna responsáveis por grande parte do consumo de serviços financeiros. Além disso, por serem totalmente digitais, as fintechs têm se destacado cada vez mais entre as pessoas de gerações mais recentes: segundo uma pesquisa da Goldman Sachs, 33% das pessoas entre 18 a 34 anos acreditam que, em cinco anos, não vão precisar mais de um banco tradicional.

O que é fintech?

O termo em si é uma aglutinação das palavras financial e technology que, em português, significa tecnologia financeira. No entanto, as fintechs vão muito além de inserir tecnologia no setor financeiro: elas são movidas pela cultura de inovação para transformar a experiência e a relação que as pessoas têm com o dinheiro e as movimentações financeiras como um todo, tornando-as mais intuitivas, simples, acessíveis e menos burocráticas.

Continue lendo

O que é Fintech
Na definição de o que é fintech, há algumas constantes necessárias para se ter em mente. Em geral, são empresas ou startups que oferecem produtos financeiros e atendimento totalmente digitais e que, na maioria das vezes, não possuem uma agência ou características que estão no imaginário coletivo sobre bancos tradicionais como filas de espera e horário restrito de atendimento.

O que significa fintech?

Fintech é uma tendência mundial rumo à inovação e adequação de serviços financeiros à realidade das pessoas em um mundo dinâmico e moderno. O motivo para seu crescimento no mercado se deve justamente pelo uso de tecnologias automotivas que tornam as transações por aplicativo mais eficientes, empoderando os usuários na gestão de suas próprias finanças.

Preocupadas com a experiência dos usuários com seus serviços, os sites e aplicativos das fintechs geralmente possuem design acessível e de fácil entendimento. Em poucos cliques o cliente acessa, por exemplo, gráficos comparativos de entrada e saída de dinheiro e informações didáticas sobre investimentos – algo que em bancos tradicionais pode ser muito complexo.

As fintechs oferecem diversos produtos como cartões de débito e crédito, conta totalmente digital, empréstimos e seguros. A ausência de estruturas físicas possibilita que as fintechs ofereçam serviços com custos reduzidos e até mesmo sem taxas ou gratuitos.

Quais as principais fintechs brasileiras?

Fintech Nubank

O Nubank surgiu em 2013 com a premissa de se tornar uma opção totalmente diferente de bancos tradicionais que possuem tarifas e juros altos. Seu principal objetivo é tornar a experiência financeira dos clientes transparente, segura e descomplicada. Inicialmente a fintech oferecia serviços de cartão de crédito totalmente digital e sem taxas, mas hoje já possui diversos serviços financeiros. Tamanha importância do Nubank no setor financeiro rendeu o título de uma das primeiras startups brasileiras a se tornar unicórnio – termo usado para startups avaliadas em pelo menos US$1 bilhão.

Nubank
Hub Fintech

Hub Fintech

Especializada em transformar oportunidades em negócios, a Hub Fintech atua no setor de BaaS (Banking as a Service), entregando soluções white label para empresas, ou seja, desenvolve produtos e serviços personalizados para o público de outras empresas.

Hub Fintech

PagSeguro

A empresa PagSeguro é muito conhecida pelos seus serviços que facilitam o recebimento, transmissão e liquidação de dinheiro em transações financeiras de cartões de débito e crédito, seja por meio físico com máquinas, seja digitalmente com diversas soluções de pagamento.

Distrito Fintech

Distrito Fintech

A Distrito Fintech é uma plataforma de inovação aberta com a missão de potencializar startups, empresas e investidores.

Distrito Fintech

Quinto Andar

A Quinto Andar atua no setor imobiliário gerenciando pagamentos de aluguel e facilitando todo o processo de locação ao dispensar burocracias como ter um fiador e realizar depósito caução.

Fintech 5 andar
PicPay

PicPay

O PicPay criou um aplicativo que funciona como uma carteira digital. Utilizando a plataforma, é possível fazer compras, pagar boletos, emitir cobranças, recarregar o celular e transferir dinheiro entre outros serviços.

PicPay

Exemplos de fintechs que estão se destacando

Sinqia

A Sinqia oferece sistemas, softwares e soluções tecnológicas para empresas do setor financeiro.

Sinqia Fintech
Fintech Rebel

Rebel

O principal serviço da fintech Rebel é o crédito pessoal online. A startup utiliza inteligência artificial para analisar o comportamento financeiro do cliente e precificar uma solução em crédito.

Fintech Rebel

Youse

A Youse é uma plataforma de venda de seguros 100% digital para automóveis, residencial e vida.

Youse Fintech
Fintech Méliuz

Méliuz

Méliuz é um programa de fidelidade que recompensa os usuários com cashback. No site ou aplicativo do programa há diversos cupons de descontos em lojas e parte das compras realizadas são devolvidas em dinheiro ao consumidor.

Fintech Méliuz

O que é fintech white label?

Agora você já sabe o que é fintech, mas e fintech white label, você já ouviu falar? Este tipo de fintech oferece serviços tecnológicos para desenvolver os produtos de outras. O contratante realiza a compra desses serviços com uma “etiqueta branca” e por isso tem o direito de inserir a sua própria marca no produto desenvolvido pela fintech white label.

Como abrir uma fintech?

É importante ter em mente que a abertura de uma fintech envolverá custos fiscais, capital social, registro da marca, investimentos em infraestrutura, custos com colaboradores, marketing e diversas outras despesas fixas e variáveis.

No Brasil, o Banco Central é o responsável pela regularização das fintechs e de todas as empresas que atuam no setor financeiro, então se você deseja abrir uma fintech, precisará de, além de estruturar como será a atuação da sua empresa e quais serviços ela irá oferecer, protocolar um pedido de autorização ao Banco Central e realizar todos os trâmites legais.

Como abrir uma Fintech

Como conseguir financiamento para uma fintech?

É fato que o aquecimento do mercado das fintechs tem atraído os investidores. Segundo um levantamento da Conexão Fintech, só no primeiro semestre de 2019 foram movimentados mais de R$2 bilhões em investimentos no setor.

Para atrair investidores, é muito importante que seu negócio seja inovador e tenha uma proposta relevante para as pessoas que irão utilizar seus serviços. Ir a feiras de investimentos também é uma ótima forma de encontrar investidores e ter a oportunidade de apresentar as suas ideias.

Diferenças entre fintech e startup?

Uma startup é uma empresa com ideias inovadores e que se encontra na etapa inicial de um modelo de negócio. Geralmente elas possuem um alto potencial de crescimento principalmente por utilizarem tecnologias avançadas e metodologias ágeis.

Neste sentido, inicialmente uma fintech pode ser uma startup com foco em soluções financeiras. Entretanto, a grande diferença entre startup e fintech é que não necessariamente todas as startups estão inseridas no setor financeiro, podendo atuar em diversos outros segmentos como alimentação, saúde e educação.

Fintech e startup

Soluções para fintechs

A Link Nacional oferece soluções para fintechs. São serviços que envolvem a criação de sites, sistemas antifraudes, registro de domínios, sistemas de pagamentos e marketing digital. Entre em contato para saber quais os investimentos você precisa no seu projeto.

Contratar serviço de pagamento online

Contratar serviço de pagamento online

Redação: Mariane Souza
Cientista da informação pela USP, encontrou na redação um jeito de levar conteúdo relevante para as pessoas. Atua como redatora na Link Nacional.
5 3 votes
Vote no Artigo
guest
Por favor entre com seu nome completo
Digite um endereço de email válido para uma possível notificação de retorno.
Número de whatsApp para eventual notificação de resposta.
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas postagens

Os novos “ANALFABYTES”

Os novos “ANALFABYTES”

Os analfabytes são os analfabetos digitais que estão à margem da evolução tecnológica, dos benefícios da internet, da cibercultura e do ciberespaço.