Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
pesquisar só Blog
Pesquisar no Site
Filtrar por categoria
cPanel
Criar site
Criar Site
E-mails
Hospedagem de sites
Notícias
Registro de Domínio

Hospedagem de site grátis

Clique aqui e garanta a sua

Como criar um blog para sua empresa? 10 passos para o sucesso do seu negócio!

por | Atualizado em 15 de abril de 2020 | Notícias

Em meio a tanta tecnologia e tantos conteúdos disponíveis na Internet, não se desespere se você ainda sabe como criar um blog. No entanto, é bom se apressar, pois eles são uma porta de entrada para novos clientes e têm o poder de transformar a sua marca em uma referência no seu mercado.

Antes de qualquer coisa, saiba que não é preciso ter conhecimento em HTML, CSS ou qualquer outra linguagem de programação para construir um site ou um blog. Serviços e ferramentas cuidam da parte técnica para você se focar no que realmente importa: planejamento, estratégia e conteúdo!

Neste artigo trazemos tudo o que é preciso saber para iniciar a sua estratégia de Marketing de Conteúdo com o pé direito. Você não só verá como criar um blog para sua empresa, como também aprenderá a fugir de “armadilhas” e criar conteúdos relevantes!

Continue a leitura para conferir!

4 motivos para apostar em um blog corporativo

O Marketing de Conteúdo é a estratégia que está dando uma nova cara ao mercado publicitário. Com a ascensão das redes sociais e dos mecanismos de busca, tornou-se quase… Saiba Mais

7 dicas imperdíveis para quem quer criar um blog

Criar um blog não é mais uma mera tendência, muito menos uma estratégia restrita a empresas de comunicação e tecnologia. O mundo mudou, as pessoas respiram internet… Saiba Mais

As 3 melhores ferramentas de SEO para o seu blog

As ferramentas de SEO têm um papel fundamental na estratégia de marketing digital das empresas. São usadas para pesquisar palavras-chave, providenciar ajustes nas páginas… Saiba Mais

Precisa melhorar a presença digital da sua empresa?

Crie um Blog agora!

Por que eu devo criar um blog? As principais razões para investir em canal de conteúdo próprio!

É provável que você esteja pensando: com tantos sites e mídias sociais disponíveis ― Facebook, Instagram, YouTube etc. ―, é mesmo necessário criar um blog?

A resposta é sim! E, a seguir, você confere as principais razões para começar o seu o quanto antes!

Você necessita de um espaço próprio

As mídias sociais são incríveis, mas você não tem controle sobre elas. Isso significa que enquanto utilizá-las, precisará obedecer as regras de terceiros e também estará sujeito ao seu possível desuso.

Essas plataformas estão mudando suas funcionalidades e suas políticas constantemente de acordo as interações e o amadurecimento do seu público. No entanto, essas alterações nem sempre são bem-vistas e o intervalo de sucesso da maioria dessas mídias é relativamente pequeno.

Por outro lado, em um canal próprio, tal como um blog, é você quem dita as regras e seu trabalho permanece disponível e relevante independentemente das mudanças do mercado.

Sua empresa precisa ter voz na Internet

Embora a tradicional publicidade invasiva não gere tanto impacto como no passado, você não pode ficar de braços cruzados esperando que as pessoas simplesmente encontrem sua marca. É preciso apontar caminhos para elas.

As pessoas fazem buscas na Internet e nas mídias sociais à procura de soluções. Ao publicar conteúdos relevantes para o seu público regularmente, você não apenas atrai essas pessoas para o seu blog como também se torna uma referência para elas.

Esse é o princípio do Inbound Marketing, uma estratégia de Marketing de Conteúdo que conquistou um enorme prestígio nos últimos anos justamente por contemplar o comportamento do consumidor moderno.

Seus clientes e futuros clientes estão no Google

Isso você já sabe e é provável que tenha chegado até aqui por meio dele. Os buscadores são os grandes “arquivistas” da Internet e não é à toa que o Google, o líder imbatível das buscas, dita a maioria das regras de produção de conteúdo para os blogs de todo o planeta.

Você já se perguntou o que os seus clientes ou futuros clientes pesquisam na Internet?

Saiba que após criar um blog para sua empresa, você se fará essa pergunta com bastante frequência, afinal, cada uma dessas prováveis buscas representa uma oportunidade para criar conteúdos relevantes.

Sua audiência quer manter um diálogo com a sua marca

Se por um lado o consumidor moderno não tem paciência para comerciais e vive saltando anúncios, por outro ele pode ser um verdadeiro amigo da sua marca.

A Internet estreitou a comunicação entre as empresas e seu público, principalmente após a popularização dos smartphones. Nos dias de hoje, as organizações fazem parte do cotidiano das pessoas e, muitas vezes, se comunicam tal como pessoas reais.

Nos blogs, um dos principais objetivos é obter leads, os cadastros em newsletters ou listas de E-mail Marketing. Quando seu conteúdo é, de fato, relevante para sua audiência, as pessoas se cadastram e disponibilizam um caminho direto para o diálogo constante com a sua marca.

Sua estratégia precisa ser aprimorada com dados confiáveis

Por fim, temos a geração e análise de dados, um dos grandes diferenciais que tornaram o Marketing Digital tão cobiçado. Com a ajuda de cookies, plugins e pixels (pequenos softwares e arquivos de rastreamento e monitoramento) conseguimos obter informações valiosas sobre o público.

O objetivo? Orientar estratégias e negócios com precisão cirúrgica!

Mas não se engane. Isso não significa transformar a sua empresa em uma espiã. Por lei, as pessoas precisam consentir com a coleta e o uso dessas informações.

Nos blogs, esses dados referem-se a números de visitas em páginas, tempo de permanência, visualizações de conteúdo, cliques, comentários e outros tipos de interação.

Tudo isso funciona como um termômetro para a sua produção de conteúdo que deve atender as preferências da audiência.

Erros comuns: equívocos e promessas falsas que você deve evitar

Se você anda pesquisando sobre a criação de sites, provavelmente deve ter se deparado com muitas promessas suspeitas por ai. As mais famosas são aquelas que insistem que é possível criar um blog 100% grátis.

Veja bem: em rigor, é possível criar um blog sem custos usando plataformas e registros gratuitos, mas, em geral, essas soluções demasiadamente básicas deixam muito a desejar em funcionalidades e desempenho, além de transmitem pouca credibilidade para as pessoas.

Por outro lado, o investimento na criação e manutenção de um blog com os melhores serviços disponíveis é muito baixo em relação a maior parte das estratégias de divulgação tradicionais. Portanto, não se deixe enganar!

Confira algumas outras afirmações falsas que circular por ai:

  • manter um blog é muito simples: a manutenção, a divulgação e, principalmente, a produção de conteúdo exigem muito trabalho, muitos blogs dependem de times enormes de profissionais para se manterem relevantes;
  • um blog é garantia de dinheiro fácil: embora existam blogs muito bem-sucedidos financeiramente, o trabalho realizado neles é enorme e seu sucesso raramente acontece da noite para o dia;
  • não é necessário conhecimento para ter um blog: existem serviços e profissionais que podem assumir todo o trabalho técnico envolvido, mas é fundamental que o empreendedor tenha, pelo menos, noções sobre Marketing Digital para desenvolver estratégias mais eficazes e não correr o risco de ser ludibriado;
  • blogs são apenas canais informativos: em uma estratégia de Marketing de Conteúdo os blogs desempenham um papel educativo, mas também funcionam como ferramentas de pesquisa, comunicação e relacionamento.

Saiba como criar um blog na prática: 10 passos para fazer o seu!

Certo, é hora de botar a mão na massa! Saiba agora como criar um blog para sua empresa em 10 passos!

1. Estude seu mercado

Jamais se esqueça: não existe Marketing sem pesquisa!

Antes de tomar qualquer decisão, contratar serviços ou até mesmo abrir um negócio, você precisa fazer um “voo de reconhecimento” para entender as características do seu mercado e saber com quem está se metendo (a sua concorrência)!

Não é necessário encomendar estudos detalhados ― a não ser em casos de campanhas ou empreendimentos de grande porte ―, uma pesquisa básica já é o suficiente para estruturar o seu planejamento. Procure:

  • pesquisar as principais palavras-chave relacionadas ao seu negócio no Google e analisar as características (estrutura, aparência e conteúdo) dos primeiros sites listados nos resultados orgânicos (abaixo dos anúncios);
  • visitar as páginas das empresas mais relevantes da sua área, concorrentes diretas ou indiretas, e observar as manifestações e as interações do público, bem como as avaliações de clientes;
  • encontrar especialistas ou influenciadores de prestígio da área para analisar as principais queixas e necessidades que o seu público apresenta.

2. Escolha uma boa plataforma

O principal software envolvido em uma estratégia de Marketing de Conteúdo é o CMS, o sistema de gerenciamento de conteúdo.

Como comentamos, soluções aparentemente práticas para usuários leigos são oferecidas na Internet, dispensando qualquer conhecimento ou ajuste técnico do usuário. Entretanto, as limitações dessas ferramentas podem comprometer seriamente a evolução do seu blog.

Sendo assim, dê sempre preferência para softwares consolidados em todo o planeta como Joomla, Drupal e o mais prestigiado deles, o WordPress.

Ao contrário do que muitos dizem, o uso dessas ferramentas não exige nenhum conhecimento avançado e muitas empresas oferecem serviços de suporte completos, desde a instalação e migração de domínio ao apoio técnico de rotina.

3. Encontre um serviço de hospedagem de qualidade

Como você vê, por trás de todo site existe um software de gerenciamento que, por sua vez, precisa estar instalado em algum computador. No entanto, embora seja possível utilizar um PC doméstico para isso, o seu desempenho deixa muito a desejar.

A Internet nos moldes atuais exige máquinas robustas capazes de processar quantidades enormes de dados e se manterem ativas por anos, e esses são os chamados servidores.

É ai que entra a hospedagem de sites que nada mais é do que o “aluguel” de um servidor (hospedagem dedicada), parte dele (hospedagem compartilhada) ou vários simultaneamente (hospedagem em nuvem). Você literalmente pagará um valor anual para hospedar os arquivos do seu blog nessas máquinas.

Para não sofrer com erros constantes, travamentos e sobrecargas, contrate planos de acordo com suas necessidades e dê sempre preferência para empresas com boa reputação no mercado.

4. Escolha um nome de domínio

O domínio é o nome do seu site, algo que não precisa ser tão óbvio como as pessoas imaginam, principalmente quando estamos falando de um blog.

Observe que, em muitas situações, você tem muito mais a ganhar ao utilizar um título que descreva o assunto do seu canal de notícias em vez de simplesmente criar uma extensão ou subdomínio para o endereço do site da sua empresa (seusite.com/blog ou blog.seusite.com).

Por outro lado, se você já tem uma marca forte na Internet, o ideal é aproveitá-la ao máximo, inclusive no domínio do seu blog. Tudo dependerá, portanto, da realidade do seu negócio.

5. Proteja a sua plataforma

Infelizmente, os ataques de vírus, spans e softwares espiões é muito frequente na Internet. Acredite, seu site será visitado por usuários e robôs virtuais maliciosos constantemente, por isso, os serviços de segurança não podem ser negligenciados jamais!

No WordPress, por exemplo, os usuários contam com uma enorme variedade de plugins para tornar o site seguro como antivírus, antispam, bloqueios de acesso, entrada com múltiplas etapas entre vários outros.

Entretanto, a maior proteção que você pode oferecer a sua plataforma é um serviço de monitoramento contínuo. Se você pretende armazenar dados sensíveis da sua audiência ou realizar transações financeiras diretamente pelo seu site ou blog, essa é a solução ideal para você.

6. Customize o seu blog

Ao planejar um site para suas empresas, as pessoas geralmente dão uma enorme importância para o seu visual. Essa preocupação é válida, mas costuma ser reforçada por serviços básicos que entregam pouquíssimos recursos além disso.

Na prática, a aparência do seu blog precisa atender alguns critérios para ter sucesso nos dias de hoje, como:

  • responsividade: suas páginas precisam se ajustar automaticamente de acordo com o formato de tela dos dispositivos;
  • mobile friendly: seu blog precisa apresentar uma estrutura de dados exclusivamente otimizada para aparelhos móveis;
  • mobile firsty: o conteúdo e as funcionalidades do seu blog em dispositivos móveis precisam ser as mesmas da sua versão em desktop.

No WordPress, bem como em outras ferramentas, você encontra diversos temas gratuitos que atendem a todos esses requisitos.

Lembre-se, também, de trabalhar o layout tomando como princípio as preferências e o estilo do seu público.

7. Crie um calendário editorial

O calendário editorial é o terreno para a construção da sua estratégia de conteúdo. Tal como em uma revista ou jornal, esse documento nada mais é do que um cronograma no qual são estabelecidas as datas para produção e publicação dos seus conteúdos.

Os dias escolhidos não devem se limitar a datas comemorativas ou eventos especiais, o sucesso do seu blog depende da postagem frequente de materiais!

8. Elabore uma estratégia de conteúdo profissional

Criar artigos, imagens e vídeos de qualidade é essencial, mas sem o devido planejamento e otimizações de SEO (as melhorias para os motores de busca), o alcance do seu trabalho será mínimo.

Ao escolher os assuntos abordados por seus materiais você pode recorrer a ferramentas para descoberta de palavras-chave como a Answerthepublic.com, o SEMrush e o Planejador de Palavras-chave do Google, além de se manter atento aos temas discutidos por seu público e por seus concorrentes.

Para produzir conteúdos de qualidade procure fazer cursos sobre produção de conteúdo para web ou contrate empresas ou profissionais especializados. Nessa etapa, o conhecimento sobre SEO, padrões de leitura e até gramática e ortografia é imprescindível!

9. Estabeleça metas relevantes e otimize sua estratégia

Cuidado para não se deixar levar pela vaidade!

Quando um indicador aparentemente positivo não agrega informações relevantes para nossa estratégia, o chamamos de “métrica de vaidade”.

Um bom exemplo é o número de visitas no blog. Não entenda mal, você precisa gerar tráfego, mas de que adianta ter milhões de visitantes se nenhum deles interage, converte ou compra de você?

Sendo assim, analise com cuidado os dados que pretende gerar e monitore apenas aqueles que realmente acrescentam valor à sua estratégia e poderão ser usados para otimizá-la constantemente.

O Google Analytics é uma das mais famosas ferramentas de monitoramento e análise de dados da Internet e, por isso, ela não pode faltar em seu blog. No entanto, vários outros recursos podem ser adicionados de acordo com os seus objetivos.

10. Saia na frente trabalhando seu SEO local

O SEO local é muito importante para as empresas, pois ele é a maneira mais rápida e prática de colocar a sua empresa no Google.

Para facilitar a inserção de serviços locais em suas plataformas, em especial seu buscador e o aplicativo Google Maps, o líder imbatível das buscas lançou a plataforma Google Meu Negócio.

Basta fazer um cadastro, preencher as informações do seu perfil e comprovar a existência e o endereço do seu negócio (geralmente por meio de um código enviado por correspondência). Pronto! Sua empresa já será listada nas buscas locais da sua região e no mapa do Google. Tudo isso grátis!

Viu só? Criar um blog não é uma tarefa tão simples, mas também não é nenhum bicho de sete cabeças. Planeje-se corretamente, estude cada etapa com atenção e dê vida ao seu projeto aos poucos. Os resultados vão surpreender você!

Agora que você sabe como criar um blog, é hora de caprichar no endereço principal da sua empresa. Aproveite que já chegou até aqui e aprenda agora como planejar um site eficiente!

0 0 vote
Vote no Artigo

Comentários

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas postagens

Criar um site para restaurante: confira algumas dicas!

Criar um site para restaurante: confira algumas dicas!

As medidas de isolamento social desencadeadas pela pandemia do novo Coronavírus destacaram a importância de ter um endereço na web, principalmente nos setores de culinária e alimentação. No entanto, muitos gestores ainda acreditam que não há como criar um site para...

ler mais
Como criar um botão de doação do PagSeguro

Como criar um botão de doação do PagSeguro

Atualmente, muitas entidades assistenciais e do terceiro setor estão em busca de soluções de pagamento para receber doações, seja para integrar no seu site ou para enviar links de pagamento para seus doadores. Uma solução rápida e de fácil implementação é o botão de...

ler mais
Saiba como aumentar o tráfego orgânico do seu site

Saiba como aumentar o tráfego orgânico do seu site

Qual é o segredo dos sites, blogs e lojas virtuais mais famosas da internet? É que eles sabem — e muito bem — como aumentar o tráfego orgânico do seu site! Embora os anúncios patrocinados sejam muito eficientes, os acessos orgânicos, aqueles que chegam espontaneamente...

ler mais
Afinal, o que é preciso para criar um site?

Afinal, o que é preciso para criar um site?

Já foi o tempo em que o desenvolvimento de páginas na web exigia que profissionais experientes se debruçassem sobre códigos por horas a fio. Hoje, qualquer pessoa com acesso à internet tem tudo o que é preciso para criar um site, mesmo que não conte com nenhum...

ler mais
Link de pagamento: venda online pelas redes sociais e WhatsApp

Link de pagamento: venda online pelas redes sociais e WhatsApp

Saiba como o link de pagamento pode ser uma importante ferramenta para alavancar as suas vendas pela internet. Sem a necessidade de loja virtual ou maquininha de cartão. O comércio eletrônico a cada dia aumenta a sua abrangência na sociedade, não só como uma forma de...

ler mais
0
Escrever um comentário ou uma dúvida.x
()
x

Compartilhar

Compartilhe com sua rede.

WhatsApp chat